Cuidados

POR FAVOR, LEIA COM ATENÇÃO.

De forma a preservar a qualidade de nossos produtos, informamos abaixo alguns cuidados que devem ser tomados para a melhor conservação de suas jóias:

Recomendamos retirar as peças antes do banho ou a entrar no mar ou piscina.

A EXPOSIÇÃO À UMIDADE OU ÁGUA PODE CAUSAR:

  1. Oxidação ou alteração da cor em peças que contenham em sua composição cobre, bronze, metal comum ou algum outro metal (diferente do aço cirúrgico, ouro ou prata maciços);
  2. Alteração da cor em peças banhadas a ouro, prata, ródio, cobre, bronze ou anodizadas (à titânio ou alumínio);
  3. Descolamento de peças que possuem aplicação de pedras, strass ou cristais, já que estas geralmente são coladas.

PARA SABER O MATERIAL DE COMPOSIÇÃO DO SEU PRODUTO,CONSULTE AS INFORMAÇÕES NA DESCRIÇÃO DO MESMO.

  • Após o uso, limpe delicadamente as peças utilizando uma flanela limpa e seca, com cuidado para não riscar a superfície.
  • O suor contém ácido úrico e muitas vezes é responsável pelos danos ocasionados aos metais;
  • Não exponha suas peças em contato com produtos químicos, como perfumes, cremes, loções, óleos, cloro, sal, produtos de limpeza, umidade. Não use produtos abrasivos na limpeza das mesmas. Evite líquidos de polimento;
  • Peças de acrílico, silicone, resina ou borracha devem ser limpas com água doce e sabão neutro liquido. Não recomenda-se a utilização de álcool para a limpeza das peças de acrílico, o álcool resseca o acrílico e com isso pode quebrar-se facilmente.

O ARMAZENAMENTO DAS PEÇAS DEVE SER EM LOCAL LIMPO E SECO

  1. Recomenda-se que se faça individualmente, em locais forrados por tecido ou papel de seda. Isso evita que o atrito constante arranhe ou quebre as peças mais delicadas;
  2. Não armazenar as peças em locais com exposição ao sol.

MANUSEIE AS PEÇAS DELICADAMENTE

  1. Evite choques, quedas e contato com materiais que possam arranhar a peça ou ocasionar o desprendimento e/ou descolamento das pedras ou cristais;
  2. Peças que combinam rosca metálica e acrílico, por exemplo, devem ter cuidado redobrado. Não apertá-las com força em excesso, pois a rosca pode espanar ou a peça acrílica partir-se ao meio. Nunca puxe as partes em direção oposta para colocar ou retirar o piercing, sempre desrosqueie com cuidado.

DICAS ESPECÍFICAS PARA CADA MATERIAL:

  • Peças de aço cirúrgico 316L
​O Aço Cirúrgico 316L é um metal antialérgico, bastante utilizado em próteses e piercings, por sua característica de compatibilidade com a pele. Este metal não oxida, não descasca, não escurece, permitindo o contato com a água salgada e maresia. Sua manutenção é simples, bastando limpar com uma flanela seca ou água doce.
Atenção: alguns piercings com pingentes podem possuir algumas partes em outros metais ou materiais, verifique na descrição de cada peça.
  • Peças banhadas a ouro, prata, ródio, bronze ou confeccionadas parcial ou totalmente em cobre ou metal comum (bijuteria)

Essas peças possuem em sua composição metais que podem reagir à umidade natural do meio ambiente, oxidando-se, perdendo o brilho, escurecendo e/ou desgastando-se após algum tempo de uso. Esse desgaste acelera-se no caso de contato com ácido úrico presente na pele e no suor, lembrando que no organismo de algumas pessoas a quantidade desse ácido é maior quantidade que em outras. O ácido úrico é o maior causador de oxidação dos metais, assim, o uso de bijuterias é desaconselhável para uso em pessoas que apresentem altos níveis de ácido úrico no organismo. 

As joias banhadas devem ser usadas como adorno ocasional e não permanente. Ou seja, colocada no momento em que vai sair de casa e guardada logo após retornar. O uso contínuo de joias folheadas, implicará em um desgaste prematuro.

Para conservar suas peças por mais tempo, limpe-as sempre após o uso e não exponha suas peças em contato com produtos químicos, como perfumes, cremes, loções, óleos, cloro, sal, produtos de limpeza, umidade. 

  • Peças anodizadas de titânio/alumínio

Peças anodizadas podem ser limpas facilmente com um pano úmido. Não use produtos abrasivos para limpar peças anodizadas, pois possívelmente riscará a superfície. Evite líquidos de polimento.  Peças anodizadas de titânio ou alumínio de cor dourado tendem a sofrer escurecimento com o tempo, muitas vezes aparentando ouro velho. Trata-se de característica do material, e não de defeito.

O desgaste da camada de titânio ou alumínio poderá ocorrer em caso de contato com grande quantidade de ácido úrico presente na pele e no suor, sendo assim desaconselhável o uso de peças anodizadas por pessoas que apresentem altos níveis de ácido úrico no organismo.

  • Peças de acrílico, silicone, resina, borracha

Devem ser limpas com água doce e sabão neutro liquido, secar com uma flanela limpa, evitando riscar a superfície. Não recomenda-se a utilização de álcool para a limpeza das peças de acrílico, o álcool resseca o acrílico e com isso pode quebrar-se facilmente. Não armazenar em local com exposição ao sol.

  • Peças de madeira/bambu

Algumas peças de madeira possuem pinturas, tingimentos ou aplicação de partes metálicas, peças que contenham partes fabricadas em cobre, bronze, metal comum ou algum outro metal diferente do aço cirúrgico, ouro ou prata maciços (leia na descrição de cada item) podem sofrer oxidação ou alteração da cor quando expostas à umidade ou água, portanto retire-as antes do banho diário ou ao entrar no mar ou piscina. ​ 

Limpar as peças de madeira com água doce e sabão neutro líquido, sem deixar de molho e evitando riscar a superfície, secar com uma flanela limpa. Nunca utilizar nas peças produtos químicos como cremes e perfumes, sob o risco de manchá-las. Evitar longas exposições solares direta ou molhar por muito tempo, sugerimos retirar antes de tomar banho diário, banho de mar ou praticar natação, por exemplo. 

  • Peças de vidro pirex/ vidro borosilicato

São resistentes ao calor, podem ser lavadas com água doce e sabão neutro liquido, secar com uma flanela limpa, evitando riscar a superfície. Manuseie com cuidado, pois a peça poderá quebrar-se caso sofra pancadas ou quedas. 

Lembramos que danos ou perdas por má utilização e/ou má conservação das peças não garantem a troca.